01/10/2015

Reis em Madrid!

Grande jogo, grande vitória e tremendo apoio vindo do sector benfiquista! Seria uma noite perfeita, não fosse a rábula da tocha que quase caiu em cima de um jovem adepto.

Antes de mais, o mais importante: tivemos a sorte connosco, sem dúvida. Os primeiros 30 minutos foram bastante complicados, especialmente os momentos após o 1-0. Nesta altura o Atlético poderia ter sentenciado a partida mas, felizmente, o Jackson não estava nos seus dias e o Benfica lá se equilibrou. O que se seguiu ficará certamente muito tempo na memória de todos os benfiquistas: 2 bons golos, grandes defesas, extraordinário espírito de sacrifício, um apoio TREMENDO dos benfiquistas presentes e, por fim, uma vitória muito saborosa num dos terrenos mais complicados do futebol europeu. Tudo isto a jogar de branco, à antiga. À Benfica!

Relativamente ao que se passou nas bancadas do Vicente Calderón, há uma coisa que tem de ficar clara: quem decide atirar uma tocha para o relvado fá-lo consciente de que poderá acertar em alguém pelo caminho, seja do seu clube ou outro. Assim sendo, tentar explicar a uma pessoa destas que esta acção é errada e perigosa é uma perda de tempo porque lhe falta estrutura psicológica para o entender; falta-lhe o básico que, provavelmente, não recebeu em casa quando era mais novo. Como tal, esta(s) pessoa(s) têm de ser proibidas de frequentar estádios de futebol ou qualquer outro recinto desportivo, não há volta a dar.

No meu entender, a única solução possível e definitiva terá de partir do próprio grupo e a questão tem de se resolver internamente. Eles sabem que foi, há testemunhas e isto é recorrente. Resta saber se gostam mais do grupo ou do Benfica.
Paralelamente, sou a favor que o Benfica feche a Sagres Piso 0 em determinados jogos e impeça a venda de bilhetes a quem está registado como NN. O tempo das conversas acabou, é preciso agir.

Nota: Eu próprio estou registado como NN e ficaria impedido de ir ao jogo, mas para mim o clube é infinitamente superior a qualquer grupo ou claque.

0 Comentários:

Publicar um comentário

A probabilidade de um comentário ser apagado é directamente proporcional à estupidez contida no mesmo.