03/07/2009

Benfica até no defeso já perde...

Sobre a crise do Benfica faço minhas as palavras deste Sr. Jornalista...
"Em Portugal, do qual o Benfica é uma perfeita metáfora, os líderes tomam as grandes decisões como os patos-bravos decidem o preço do metro quadrado: em almoçaradas. Não sei se as Grandes Opções do Plano se decidem assim, mas datas eleitorais dos clubes, sim: "A malta demite-se e trama a oposição, qu'é qu'achas? Passa-me a santola..." Num país assim até seria giro viver, a irresponsabilidade encontraria um ponto de equilíbrio, não fosse essa figura nacional que é o jurista. Há uma única ciência exacta em Portugal, exacta no sentido de poder encontrar o infinitamente pequeno (o artiguinho) que muda tudo e essa ciência quem a tem é o jurista. Ele não só é capaz de levar as assembleias de condóminos pelas madrugadas dentro mas também pode paralisar um grande clube. Líderes com leves ideias e juristas com providências cautelares na cartola, essa mistura de duas especialidades nacionais pode ser explosiva. Deu com um clube, por que não com o país? O Jel, o do megafone que tem um companheiro que canta "tutururuti...", esse grande maluco, já disse que vai concorrer às autárquicas. É falta de ambição. Com um bom jurista, Jel conseguia um destino nacional."
Ferreira Fernandes no DN de ontem.

1 Comentários:

Nuno Picado disse...

"tutururuti..." é lindo haha

De resto, na mouche. Realmente, o Benfica é um retrato fiel do próprio país.

Enviar um comentário

A probabilidade de um comentário ser apagado é directamente proporcional à estupidez contida no mesmo.